Alertas para o perigo da utilização dos anabolizantes, referindo todo o tipo de esteróides anabolizantes existentes no mercado em lojas online onde comprar se torna fácil. Informações sobre todos os aspectos que envolvem o uso dos esteróides anabolizantes.

Riscos do uso de anabolizantes

Para potencializar os seus resultados, atletas e amantes da musculação consomem doses excessivas de anabolizantes. Chegam a ser de dez a cem vezes maiores que as doses habitualmente preconizadas em tratamentos e estudos médicos. As altas doses, tomadas via oral ou na forma injetável, agravam os efeitos negativos da droga no organismo.
A ingestão oral pode aumentar os efeitos hepatotóxicos, uma vez que o princípio ativo da droga é metabolizado no fígado. Já por via parenteral (injetável), os riscos vão além, pois os consumidores costumam compartilhar as seringas, o que aumenta a possibilidade de contaminação pelos vírus HIV e causadores das hepatites C e B.
O consumo injetável da droga, também, gera o risco de contaminação por bactérias, que podem ocasionar infecções generalizadas (Sepse). As aplicações, muitas vezes, são feitas sem o respeito às mínimas condições de higiene, e realizadas por leigos.
Em homens, o uso recorrente pode gerar ginecomastia (aumento do volume das glândulas mamárias), crescimento das vesículas seminais, do pênis e da próstata, o que pode desencadear câncer nesse órgão; o engrossamento das cordas vocais (voz mais grave), aumento da quantidade de áreas de pelos no corpo e genitália; oleosidade da pele, fato que leva à produção de acne, e o aumento (ou excitação inicial) da performance sexual. Isso, além de poder provocar a esterilidade ou azospermia (ausência de espermatozóides no sêmen), e a atrofia testicular.
Em adolescentes, pode ocorrer a fusão precoce das placas de crescimento, acarretando uma redução da estatura, quando utilizados, antes de o adolescente atingir sua estatura final. Alguns atletas citam o engrossamento dos pelos faciais e crescimento de pelos no peito. São verificados, ainda, problemas de tendões e ligamentos, vez que, muitas vezes, o aumento da força é desproporcional à capacidade de adaptação dos tendões e ligamentos, e o enrijecimento das articulações.
Algumas pesquisas demonstram, ainda, que o consumo de anabolizantes é de reduzida eficácia na indução da hipertrofia das células musculares, porque os esteróides acabam destruindo áreas de microvascularização desses músculos, além de agredir outras organelas importantes para a síntese protéica.
Os efeitos virilizantes do uso de anabolizantes, além dos demais danos, podem ser verificados também em mulheres, em quem provocam o crescimento de pelos na face, engrossamento da voz, hipertrofia do clitóris (como se houvesse a formação de um pequeno pênis), amenorréia, distúrbios menstruais e ovulatórios. Durante a gravidez, pode ocasionar a má formação do feto.
Índice dos artigos relativos a Anabolizantes
POSTAGENS POPULARES

ACOMPANHE OS ARTIGOS DO BLOG NO SEU EMAIL